O tempo passa, o tempo voa, mas o EntityFramework continua estranho!

Não rima, mas é verdade.

Faz mais de um ano eu escrevi um post em meu outro blog (agora migrado pra cá) sobre minhas primeiras impressões quanto a ferramenta de dados lançada junto ao .Net framework 3.5 (SP1),  conhecida popularmente como Entity Framework e, para minha surpresa, o motivo que me fez não usar a solução em NADA no passado deve ser a mesma que me prevenirá de usá-la na versão atual.

Resumindo, este post serve para duas coisas:

  1. Mostrar que, apesar de estar sumido, estou vivo! Yey!
  2. Demonstrar minha indignação frente ao fato de que mesmo as referências mais recentes do EF2 (ref: Dynamic Data) relatam a solução (na minha opinião) porca de Metadata decoration como sendo a solução “oficial”

É, parece que ainda não tá na hora de trocar meu NHibernate.

PS> Estou mudando de emprego o que indica que meu próximo post (continuação do último sobre Hopfield) pode demorar um pouco mais do que o imaginado, mas não se engane: ELE VIRÁ!

2 comentários

  1. Desde a primeira vez que eu vi essa tranqueira… não quis nem saber… o meu gerador caseiro gera POCOs e tu decide como tu vai chegar no banco de dados: NHibernate, iBatis, SQL tradicional … microsoft microsoft… sua hora já está chegando!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: